Imobiliária João Pessoa
Como Ser Corretor De Imóveis | Planeje Sua Carreira!

Como Ser Corretor De Imóveis | Planeje Sua Carreira!

Se você escolheu o ramo imobiliário como profissão, precisa saber cada vez mais sobre como ser corretor de imóveis para se tornar um profissional de sucesso em sua área.

Os melhores corretores de imóveis do mundo tendem a estabelecer um relacionamento próximo com seus clientes a ponto de se tornarem praticamente amigos, mas é necessário chegar a esse ponto? Positivo e possivelmente útil, sim. Necessário, não.

No entanto, é necessário fortalecer os laços com os clientes com maior probabilidade de fechar um negócio. Na maioria dos casos, a personalidade do corretor desempenha um papel crucial: quanto mais extrovertido,amigável e próximo, melhor será a relação.

Mas se você quer entrar  saber como ser um corretor de imóveis, entenda que há certas técnicas de venda que, aplicadas às primeiras conversas com clientes em potencial, também podem ser decisivas para se especializar nesta profissão.

Como Ser Corretor de Imóveis

Fazer as perguntas certas é uma forma de aproximação com o cliente. Você poderá apresentar um imóvel que irá preencher todos os requisitos imaginados por ele. Mas se não for assim? Como você irá saber o que seu cliente quer?

O primeiro problema de compreensão está na maneira de perguntar sobre esses requisitos desejados.

As perguntas típicas que geralmente são feitas, como número de quartos, banheiros, andar, jardim, área onde o cliente gostaria de estar,  são respondidas com monossílabos: um número, um “sim” ou “não”. Esse tipo de pergunta não estão gerando a relação de proximidade buscada com o cliente.

O que você acha se, em vez de perguntar quantos quartos ele quer, você se interessar em saber que uso seu cliente quer dar a cada um deles?

Dessa forma, você terá uma ideia muito mais precisa do tipo de habitação que o cliente está procurando: salas maiores ou menores, localizadas, iluminadas…

Alguém que gosta de cozinhar vai querer ter uma cozinha muito completa, grande e com muito espaço para se movimentar. E isso geralmente não é mencionado num primeiro momento, a menos que você pergunte diretamente pelos gostos dele.

Se você perceber que o cliente está disposto e aberto a entrar nesse relacionamento com você, é hora de fazer qualquer pergunta que possa estar relacionada ao que eles realmente estão procurando.

Não tenha medo de perguntar depois de uma resposta se isso o levou a outro tópico que pode ajudá-lo a canalizar a venda da casa. Não se esqueça que é essencial conhecer o seu mercado local para ser um bom corretor de imóveis.

Esse “jogo” inicial de pergunta-resposta pode ter uma fraqueza: que chega a hora em que você não sabe exatamente como responder às expectativas do cliente, porque você não conhece seu mercado local.

Você deve estar totalmente preparado e conhecer sua profissão. Neste ponto, o treinamento constante no mercado imobiliário entra em ação. Saber tudo o que é possível sobre o seu mercado de imóveis é extremamente importante, entendendo também que cada local é diferente e tem suas próprias características.

Como ser um Corretor de Imóveis Bem Sucedido

Vender um imóvel não é uma tarefa fácil. Você tem que avaliar a propriedade, analisá-la, colocá-la à venda, publicá-la, mostrá-la aos interessados, entre outras coisas.

É aí que os corretores imobiliários fazem a sua parte e são infinitamente necessários para quem não tem tempo ou vontade de cuidar de todo esse processo.

Mas como ser um corretor de imóveis de sucesso? Ser um deles requer preparação e treinamento. Corretores podem receber por escrito a ordem para licitar ou exigir contratos, atos e operações de venda, hipotecas ou outros contratos similares, portanto você deve conhecer muito bem as questões legais, os impostos e saber como valorizar um imóvel.

Se você está no processo de saber como ser corretor de imóveis profissional, aqui estão alguns recursos que você deve ter:

  • Conhecer o mercado
  • Saber ouvir os clientes
  • Ser honesto e saber como comunicar suas ideias
  • Ter ética profissional e contatos

Quanto mais conhecimento você tiver, melhor. No entanto, existem requisitos necessários:

  • Ter idade legal
  • Licença de corretor profissional

Ser um corretor de imóveis não é ocupar o tempo ocioso e se dedicar a essa atividade enquanto algo não acontece. Requer treinamento em marketing imobiliário e gestão de ferramentas tecnológicas para promover a propriedade através de diferentes canais.

Além disso, deve tratar de questões legais para entender como as transferências de propriedade são realizadas, como redigir uma promessa de compra e venda, entre outras burocracias. Também é preciso dominar as questões tributárias para fazer avaliações.

Se você quer ser um corretor de imóveis bem sucedido tenha em mente que você não irá lidar com as coisas, mas com pessoas, com sentimentos e emoções que a compra e venda de um imóvel.

Por isso é importante captar as necessidades de cada cliente. Pode ser uma família, uma solteiro às vésperas de um casamento, um solitário inveterado, enfim… Desta forma, você pode fazer um melhor gerenciamento.

O pensamento estratégico é fundamental nesta profissão. Você tem que pensar nas características do imóvel que vai ser comercializado e conhecer o máximo possível os anseios do futuro proprietário.

Defina o cliente-alvo – por área, medidores de construção, serviços próximos, entre outros fatores – e a tática de vender da maneira mais eficiente e rápida.

Alguns corretores têm resistência à tecnologia, mas é fundamental entender que os clientes – que estão à procura de imóveis – estão online e usam redes sociais.

É por isso que é importante para o corretor aderir a essa realidade, gerenciar as diferentes redes sociais e usá-las para essa gestão comercial.

Tudo isso pode ser aprendido com cursos em diferentes instituições que fornecem treinamento. No entanto, o melhor aliado nesse aprendizado é a experiência e a construção de uma reputação de confiança por parte dos clientes.

Como ser um Corretor de Imóveis Autônomo

Você quer saber como ser corretor de imóveis autônomo e não sabe por onde começar? Se você está pronto para iniciar o seu negócio como agente imobiliário, deve seguir alguns passos para não falhar na tentativa.

A primeira coisa que você deve fazer é se preparar para ser um corretor de imóveis profissional. Estude e conheça o mercado, pois isso o ajudará no processo.

Muitas pessoas conseguem excelentes resultados e boa lucratividade trabalhando sozinhas, já outras acabam tendo mais sucesso quando trabalham dentro de uma estrutura maior.

Fatores como mais liberdade para trabalhar, não ter chefe, poder contar com horários mais flexíveis e ficar com a comissão toda para você são realmente sedutores, mas é preciso pesar os prós e contras antes de fazer sua escolha.

A atuação profissional no mercado imobiliário poderá ocorrer de duas formas: como pessoa física (corretor de imóveis) ou como pessoa jurídica (imobiliária).

A profissão de corretor de imóveis é devidamente regulamentada pela legislação brasileira e o exercício das atividades e das funções inerentes à intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis exige capacitação e habilitação profissional.

Para isso, é necessária aprovação em um curso de Técnico em Transações Imobiliárias, popularmente conhecido por TTI ou cursos afins.

No exercício das suas atividades profissionais, o corretor de imóveis (pessoa física) deve utilizar seu nome completo ou nome abreviado (devidamente cadastrado no CRECI da sua região), seguido da expressão Corretor de Imóveis.

Quero Ser Corretor de Imóveis. O que faço?

Para obter seu credenciamento ao Sistema COFECI-CRECI, você deverá conseguir aprovação em um curso:

  • TTI – Técnico de Transações Imobiliárias
  • Curso Superior de Gestão em Negócios Imobiliários
  • Curso Superior de Tecnologia em Negócios Imobiliários
  • Cursos de Pós-Graduação em Negócios Imobiliários

Credenciamento ao Sistema COFECI-CRECI

Tendo o diploma de algum destes cursos, você deverá procurar a Secretaria do CRECI da sua região para promover o processo de credenciamento.

Se você pretende ingressar nesse ramos e quer saber como ser corretor de imóveis, continue lendo este artigo.

Obtenha, no CRECI da sua região, informações a respeito das taxas e dos valores cobrados e da documentação necessária para obter o seu credenciamento ao Sistema COFECI-CRECI.

O exercício ilegal da profissão, por pessoas não credenciadas pelo CRECI, é um crime e está sujeito às penalidades previstas na lei.

Cada CRECI é referenciado no território brasileiro para uma determinada região. Atualmente, existe um Conselho Regional (CRECI) para cada Estado-Membro da União Federal.

Também é possível participar de uma sociedade empresarial com outras pessoas, sendo que algum sócio deverá obrigatoriamente ser Corretor de Imóveis e possuir credenciamento perante o Sistema COFECI-CRECI.

Esse sócio é o responsável técnico pelas atividades a serem desempenhadas nos procedimentos empresariais e nas transações imobiliárias.

Existem normas e resoluções específicas e atos normativos complementares, expedidos pelo Sistema COFECI-CRECI, estabelecendo quais documentos e requisitos devem ser cumpridos para registro da sua atuação profissional.

Documentos para obtenção do credenciamento ao Sistema COFECI-CRECI

Para pessoa física (Corretor de Imóveis)

  • Requerimento devidamente preenchido com as informações necessárias para o credenciamento;
  • Carteira de Identidade;
  • Comprovante CPF;
  • Título de Eleitor com comprovante de votação;
  • Certificado de Reservista;
  • Comprovante de Endereço;
  • Diploma do curso de TTI ou de Gestor em Negócios Imobiliários;
  • Comprovante de conclusão do ensino médio (Histórico Escolar);
  • Fotos 3 x 4;
  • Comprovantes de pagamento da Anuidade, Emolumentos e Taxas.

Faculdade de Corretor de Imóveis?

A busca do saber como ser corretor de imóveis e se tornar um verdadeiro profissional, passa obrigatoriamente pela busca da especialização, do comprometimento com a própria carreira, do querer fazer e ser o melhor.

Existem cursos superiores que preparam você para cumprir com eficiência e eficácia seu papel de mediador nas transações imobiliárias. Veja alguns deles:

Curso de Gestão em Negócios Imobiliários

A especialização é uma boa opção para os profissionais das mais variadas áreas que desejam ampliar seus conhecimentos no ramo imobiliário, onde executa estratégias que proporcionam melhores resultados no aluguel e venda de imóveis.

Este tecnólogo é, basicamente, um corretor que atua na venda, na compra, na locação e na permuta de imóveis (residências, prédios, salas comerciais, terrenos etc.).

Ele é responsável por garantir ao cliente ou à empresa em que trabalha bons contratos e condições de pagamento na comercialização de imóveis. Para isso, é sua função analisar o estado de conservação, o valor de mercado e a documentação do bem.

Em imobiliárias e incorporadoras, pode trabalhar também nas áreas de planejamento e marketing. Como autônomo, assessora o cliente durante o processo de venda ou compra do imóvel, orientando desde a escolha do terreno até as condições de ocupação do bairro onde ele está situado.

Esse tecnólogo atua, ainda, na indústria de construção civil, em escritórios de advocacia na área imobiliária e em administradoras de condomínios. O diploma garante o registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), necessário para atuar na área.

Ciências Imobiliárias

Ciências Imobiliárias – Profissão: Bacharel em Ciências Imobiliárias – Duração: 4 anos

As principais matérias cursadas, são Introdução às Atividades Imobiliárias, Língua Portuguesa, Introdução à Administração, Matemática, Instituições de Direito, Introdução à Administração, Contabilidade Geral, Direito e Legislação, Introdução à Economia, Introdução à Estatística.

O Bacharel em Ciências Imobiliárias é o corretor de Imóveis com formação superior. É o profissional responsável em planejar, orientar, dar pareceres e prestar assessoramento a órgãos públicos e privados.

É responsabilidade do corretor intermediar negócios no âmbito da oferta e da procura no mercado imobiliário. É fundamental ter interesse na área de vendas, é preciso ter base matemática e boa capacidade de comunicação.

Áreas de atuação: Órgãos Públicos e Privados, Escritórios, Assessorias, Consultorias e Bancos.

Corretor de Imóveis – Qual o Salário?

Flexibilidade de horário, amplo mercado de trabalho e autonomia para decidir o melhor rumo a tomar são alguns dos grandes motivos pela crescente busca em saber como ser corretor de imóveis.

Estes fatores estão atraindo cada vez pessoas de todos os ramos e idades, mas o maior de todos, com certeza, é a expectativa de altos ganhos mensais.

No entanto, apesar de não haver limites para o quanto um bom corretor de imóveis possa receber por mês, há muito mais mito do que realidade na maioria das projeções, principalmente entre quem está começando na área.

Assim como em qualquer outra profissão, o início não é fácil para ninguém e demanda muita dedicação e estudo para atender à clientela cada vez mais exigente e também para conseguir destaque entre a concorrência.

Além disso, é sempre bom lembrar que o corretor não trabalha com salários fixos, por isso a sua renda é variável de acordo com o seu empenho e o mercado, é claro.

É cada vez mais difícil uma imobiliária que pague um salário fixo, mesmo que um salário mínimo, independentemente de seu funcionário vender ou não. Na maioria dos casos, o corretor recebe apenas comissão das vendas realizadas por ele.

Mas afinal, quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?

A comissão varia de acordo com o tipo de imóvel, mas de uma forma geral, entendendo que os percentuais podem variar também por região, a comissão média é de 6%, mas elas dependem do tipo de imóvel que está sendo vendido.

Para a venda ela varia entre 6% e 8% para imóveis urbanos ou industriais, de 6% a 10% para imóveis rurais, e é de 5% para venda judicial.

Já para a locação de imóveis a comissão é correspondente ao valor de um aluguel, geralmente o primeiro, e, nos casos da locação por temporada com prazo de até 90 dias, ela equivale a 30% do valor recebido pelo locador.

Há comissões também para a administração e gerenciamento de imóveis, sendo de 8% a 10% sobre o aluguel e encargos recebidos nunca inferior a R$ 50,00, e de 5% a 10% para clientes cuja cartela imobiliária seja, comprovadamente, superior a R$ 100 mil por mês.

Para a administração de condomínios, a comissão é de 5% a 10% sobre o valor arrecadado mensalmente pelo mesmo, tendo como piso R$ 850,00.

Existe distinção também entre imóveis novos e antigos. Na venda de empreendimentos imobiliários a comissão pode variar entre 4% e 6%, já se o imóvel for antigo essa comissão é fixada em 6%.

A tabela também contempla outros casos previstos, como a autorização expressa para a procura de imóveis, intermediação de cotas de consórcio imobiliário e Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), pareceres e serviços prestados.

Planejamento e Disciplina são Essenciais

O mercado é amplo, as oportunidades são muitas e os ganhos são ilimitados, mas para saber aproveitar a oscilação econômica e compreender o momento certo de mudar de estratégia é preciso ficar atento – caso contrário, a quantidade de comissões pode não atingir o patamar desejado.

Basta pegar como exemplo a venda de um imóvel de R$ 120 mil: com uma comissão de 6%, o corretor terá um ganho de R$ 7,2 mil. Se vender outro de R$ 250 mil, a sua parte será de R$ 15 mil.

Se todo mês o autônomo conseguir vender dois apartamentos nesses valores, esse será seu ganho mensal: R$ 22,2 mil.

Nada mal, mas é bom lembrar que talvez nem todo mês ele consiga essas vendas – e em outros elas sejam ultrapassadas. Por isso é preciso planejamento.

O pulo do gato está justamente em multiplicar a comissão o máximo possível, sem deixar-se acomodar por um mercado aparentemente estável ou imaginar que as vendas cairão do céu.

O profissional deve estar preparado para atuar em todas as frentes do mercado, como avaliação de imóveis, administração de aluguéis e condomínios, elaboração de contratos etc, de forma a diversificar seus ganhos e multiplicar suas comissões.

Dessa forma você alcança a tão sonhada autonomia e se estabelece no mercado criando diferenciais para a sua carreira.

 

Rodrigo

Add comment

Somos uma Agência especializada em Marketing Digital focada em Atração e Conversão. Clique no Serviço abaixo para mais informações.

Otimização de Sites é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados do Google.