Imobiliária João Pessoa
Quanto Ganha um Corretor de Imóveis? [VERDADE REVELADA]

Quanto Ganha um Corretor de Imóveis? [VERDADE REVELADA]

Ser corretor de imóveis é participar de um ramo consolidado, maduro e cheio de oportunidades de crescimento, mas quanto ganha um corretor de imóveis?

Apesar das incertezas econômicas, ser corretor de imóveis continua valendo muito a pena para profissionais que colocam qualidade no que fazem e buscam atualização constante.

Ser corretor de imóveis é também uma grande oportunidade de desenvolver uma carreira profissional. Um corretor de destaque, com noção de gestão de pessoas e visão de negócios, pode ser promovido a coordenador e, com algum sucesso, pode se tornar gerente de equipe.

A evolução constante e o aperfeiçoamento podem levá-lo até mesmo a se tornar diretor na área comercial ou ingressar em outras áreas de suporte em uma empresa do ramo imobiliário.

Intermediar a negociação de compra e venda de um imóvel é apenas uma parte do trabalho de um corretor.

O corretor de imóveis precisa entender de área jurídica, mercado financeiro, marketing, tecnologia, economia e mais um monte de informações técnicas que envolvem a venda ou o aluguel de um imóvel – o que determina um constante aprendizado.

Existem diversos canais gratuitos onde é possível se atualizar de forma simples e rápida, para se diferenciar de outros profissionais e se tornar mais qualificado para atender os clientes. Além disso, os ganhos financeiros podem ser um grande incentivo para ingressar nesta profissão.

Quanto Ganha um Corretor de Imóveis?

Com o mercado imobiliário aquecido, você já deve ter se perguntado quanto ganha um corretor de imóveis e se essa profissão pode ser uma boa opção para você.

Verdade seja dita, este mercado de trabalho é muito volátil, sazonal e perigoso para novatos. Você pode lucrar muito com uma venda e depois ficar meses sem vender nada. Também pode ter vários aluguéis em que as comissões que você recebe sequer somam um salário mínimo.

Na verdade, são raras as empresas que pagam um salário fixo ao corretor. Geralmente um profissional do ramo entra como um associado a uma imobiliária, que paga a ele uma porcentagem da comissão das vendas, ou seja, ele não fica com a comissão toda, já que a imobiliária também precisa lucrar e pagar os custos.

Então, é seguro dizer que o salário de um corretor de imóveis dependerá exclusivamente da capacidade dele em vender e comprar imóveis para seus clientes.

Há também uma comissão cobrada sobre aluguéis e outros tipos de negócios imobiliários. Mas é um salário volátil, que pode até render bem, se for bem gerido pelo corretor.

Quais são as comissões cobradas por um corretor de imóveis?

Utilizamos a tabela do CRECI -RS como exemplo. Note que seu estado pode ter comissões diferentes. Confira diretamente no site do CRECI de seu estado para esclarecer dúvidas. As comissões abaixo são cobradas sobre o valor bruto do imóvel.

  • Compra, Venda e Permuta

6% a 8% (seis a oito por cento) para imóveis urbanos;
8% a 10% (oito a dez por cento) para imóveis rurais.
a) Os honorários serão devidos quando ocorrer acordo entre as partes sobre as condições essenciais do negócio e a consequente formação, entre elas, de vínculo jurídico (carta proposta, ajuste preliminar, arras, promessa de compra e venda, escritura, etc.);
b) Os honorários serão pagos sempre pelo proprietário vendedor, salvo acordo ou ajuste prévio entre as partes.
c) Em caso de permuta, os honorários serão pagos em partes iguais – 50% (cinquenta por cento) – pelos permutantes;

  • Loteamentos

a) Estudo, organização e vendas de áreas loteadas, já aprovadas e registradas: honorários de10% (dez por cento);
b) Controle e recebimento de prestações: honorários de 10% (dez por cento);
c) Honorários pagos pelo vendedor.
Avaliação e Perícia de Imóveis Urbanos e Rurais
a) Emitir parecer por escrito quanto ao valor de comercialização do imóvel: 0,5% a 1% (meio a um por cento), calculados sobre o valor de comercialização do imóvel objeto do parecer;

  • Locação

a) Intermediação na locação de qualquer espécie:
a.1) Os honorários serão pagos pelo locador, no valor equivalente ao valor do primeiro aluguel;
a.2) Os honorários deverão ser pagos no recebimento do primeiro aluguel, salvo ajuste entre as partes.
b) Controle e recebimento de aluguéis: 10% (dez por cento);
b.1) Os honorários serão calculados sobre o valor do aluguel, mais encargos.

  • Arrendamento

a) Os honorários serão pagos pelo arrendador, no percentual de 5% (cinco por cento), sobre o valor total do negócio, ou seja, o somatório dos anos de contrato;
b) No caso de um lavoureiro candidato a arrendatário autorizar o Corretor de Imóveis, expressamente, a procurar terras para que este arrende, o percentual deverá ser cobrado do arrendatário à taxa de 5% (cinco por cento), calculado sobre o montante total do negócio.

  • Condomínios

a) Os honorários de administração de condomínio serão cobrados na base de 10% (dez por cento) sobre as despesas mensais do condomínio;

  • Divisão de Honorários entre os Corretores de Imóveis

a) Honorários entre Corretores de Imóveis autônomos:
Corretor de Imóveis do Comprador: 50% (cinquenta por cento).
Corretor de Imóveis do Vendedor: 50% (cinquenta por cento).
b) Corretor de imóveis em regime de coparticipação com empresa imobiliária na venda e agenciamento de imóveis de terceiros: Venda mais agenciamento = 50% (cinquenta por cento). Observação: os percentuais acima referidos serão sempre calculados sobre o valor total dos honorários recebidos.

Como se Tornar um Corretor de Imóveis Estagiário

Assim como em qualquer profissão, os primeiros passos no mercado imobiliário têm início no estágio profissional. Aqui, quem pensa em seguir essa carreira pode se perguntar: quanto ganha um corretor de imóveis?

Se você também tem essa dúvida, continue acompanhando este texto. Vamos tentar esclarecer esse ponto, além de explicar o que é preciso para concorrer a uma vaga e iniciar nesse mercado.

Cursos profissionalizantes

Para se tornar um corretor de imóveis, é preciso ter uma formação em algum curso. O mais comum é o de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI), que costuma durar de quatro a 18 meses. Ao longo do curso, você passa a entender melhor as características, tendências e variações do mercado imobiliário.

Além disso, ele deve abordar questões burocráticas que também fazem parte da rotina do corretor. Dessa forma, você tem uma boa base para saber, com certeza, se deseja atuar na área.

Registro no CRECI

Para sair da teoria e começar na prática, o corretor de imóveis estagiário precisa fazer seu registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI). Somente assim é possível exercer a profissão de corretor, inclusive como estagiário.

Aliás, é o CRECI que define a tabela de remuneração de cada estado, conforme o tipo de transação imobiliária. O conselho também assegura que você não deve receber menos que o estipulado.

Outros pré-requisitos

Cursos profissionalizantes específicos e ensino médio completo. Esses são os pré-requisitos mais importantes para você começar a ser um corretor de imóveis estagiário. Mas só isso não é o suficiente.

Quer saber quanto ganha um corretor de imóveis? Então, uma dica: desde o começo, vale a pena correr atrás de mais qualificações e construir uma boa rede de contatos. Nesse sentido, procure participar de grandes eventos, que vão te inserir melhor no universo do mercado imobiliário.

Eles podem ser sua porta de entrada para conhecer melhor a realidade desse trabalho e até conversar com profissionais experientes que podem abrir seu leque de possibilidades e conhecimentos.

Entrar na área com diferencial vai te colocar na frente de outros profissionais e aumentar as chances de uma vaga com melhor remuneração.

Quanto Ganha um Corretor de Imóveis Estagiário

De acordo com as vagas oferecidas pelos principais site de empregos, a remuneração de um corretor de imóveis estagiário fica entre 800 reais e 1.200 reais. Raramente passa disso. Muitos fatores podem influenciar nesses número.

Imobiliárias que trabalham com imóveis de alto padrão, por exemplo, podem pagar um valor maior. Geralmente, o padrão de atendimento também é exigente, o que faz com que sua qualificação seja a melhor possível para lidar com o tipo de cliente.

Quando você é um corretor de imóveis estagiário, deve pensar que, mais importante do que a remuneração, é a experiência que você vai adquirir nessa etapa profissional. Portanto, a escolha da imobiliária para trabalhar deve ser levada muito a sério.

Nesse processo, selecione imobiliárias reconhecidas no mercado, ou seja, aquelas que têm autoridade na região em que atuam. Certamente, você vai conhecer, nelas, profissionais capacitados que podem te ensinar muita coisa na prática.

Não só isso. É interessante trabalhar em imobiliárias que motivam sua equipe de colaboradores, investindo, por exemplo, em treinamento de vendas no mercado imobiliário.

Procure saber se a imobiliária conta com um Software Imobiliário de Gestão. Além de ter recursos que facilitam a gestão administrativa da imobiliária, essa ferramenta acompanha o desempenho de todos os corretores. Se você realizar um ótimo trabalho, tem chances de receber algum tipo de bonificação.

O corretor de imóveis estagiário deve encarar essa etapa profissional como uma ótima oportunidade de aprendizado na prática. Nesse momento, essa deve ser uma preocupação maior do que a remuneração.

Se você aproveitar o estágio para aprender o máximo possível, a tendência é que consiga fechar mais negócios ao longo da carreira. Então, quanto ganha um corretor de imóveis estagiário? Seguindo estas orientações, o dinheiro será apenas uma consequência!

Corretagem de Imóveis em Portugal

Portugal está na moda e quando algum país está na moda tudo parece em ebulição. Com o mercado imobiliário não é diferente e, por isso, hoje vamos lhe contar um pouco de como é ser corretor de imóveis em Portugal, mas já adianto que o mercado imobiliário em Portugal não é, nem um pouco, parecido com o do Brasil.

Portugal está se recuperando da crise econômica e surpreendendo até os mais descrentes. Como o país europeu é pequeno, com apenas 10 milhões de habitantes, sentiu o impacto da crise de maneira forte.

Agora, depois de alguns anos, a vantagem de ser pequeno parece que veio à tona e possibilitou uma maior agilidade em driblar os efeitos da crise.

Além disso, as cidades de Lisboa (capital) e do Porto (segunda maior do país) conquistaram o coração dos europeus e dos brasileiros.

O mercado está em crescimento. Dessa maneira, o mercado imobiliário em Portugal está em plena ascensão e tem clientes de todos os tipos, tamanhos e gostos.

Quanto Ganha um Corretor de Imóveis em Portugal

É possível encontrar imóveis dos € 50 mil (cinquenta mil euros) até os € 10 milhões (dez milhões de euros), bem como é fácil encontrar pessoas que possuem alguma poupança e querem investir. Até a cantora Madonna, mundialmente reconhecida, investiu e reside atualmente em Portugal.

Daí você pode ter uma noção de quanto ganha um corretor de imóveis em Portugal. O percentual é basicamente o mesmo e você vai ganhar em euros.

Não existe muito mistério para se trabalhar como corretor de imóveis em Portugal. Vale lembrar que o país europeu é servido por pequenas, médias e grandes empresas do ramo imobiliário e é possível encontrar oportunidades de trabalho em multinacionais como a Remax, por exemplo.

Você vai precisar que o seu visto permita trabalhar, caso não seja cidadão. Não é exigida formação, até porque a maioria das grandes empresas de mediação imobiliária (ERA, Remax e etc.) fornecem cursos de formação em angariação, vendas, aluguel e etc.

Como já referido, será necessário ter autorização de trabalho em Portugal e, em alguns casos, a possibilidade de emitir nota fiscal (recibos verdes) de maneira autônoma.

Existem dezenas de brasileiros, que trabalham como corretores de imóveis em Portugal, em empresas de compra, venda e aluguéis de imóveis. Alguns são já bem reconhecidos e recomendados por possuírem uma boa carteira de clientes e bons imóveis para venda.

Importante lembrar que é necessário ter atenção aos impostos e ao regime tributário atribuído para a profissão, o que pode exigir a abertura de uma empresa individual, por exemplo.

Diversas empresas contratam corretores de imóveis em Portugal. Além das empresas locais, a Remax, a ERA, a Century 21, a Engel & Völkers, a Keller Williams entre outras realizam um trabalho forte em busca de bons vendedores que tragam excelentes resultados para as empresas.

Corretagem de Imóveis nos EUA

O processo para ser profissional do mercado imobiliária nos EUA é mais complexo e exige mais conhecimento da área.

Quem não tem um sonho de começar uma carreira nova, não é mesmo? E se essa carreira for nos Estados Unidos da América? Mais interessante ainda, principalmente pelo momento vivido naquele país.

Por isso, para você que quer ser um corretor de imóveis de sucesso no exterior, lhe daremos o passo a passo de como se tornar um nos EUA. Confira e boa sorte. O sucesso pode estar em suas mãos.

Para iniciar o processo de se tornar um corretor de imóveis nos Estados Unidos é simples. Basta você ter o SSN (Social Security Number), ele é o equivalente ao nosso CPF.

E o mais interessante e importante para você que quer começar nessa carreia é que não é necessário ser cidadão americano para possuir esse documento.

Mas você deve ter um endereço e morar no local. Comece a trabalhar nisso e busque mais informações para tirar este documento.

A segunda parte é saber que você deve ter 63 horas obrigatórias de curso para corretor. Se você não completar esse tempo de estudos da profissão, não há possibilidade de se tornar um profissional na área.

São essenciais para ter um bom conhecimento do mercado imobiliário e poder desempenhar a função com maestria. E é importante frisar que existe uma nota mínima, que é de 75 pontos em uma prova com 100 questões.

Para poder fazer a prova estadual você deve ser aprovado pelo DBPR. O DBPR junto com o FBI investigam todos os antecedentes da pessoa que irá prestar a prova.

Ou seja, você não pode ter nada em sua ficha criminal. Mesmo que seja algo que você fez há muitos anos, seu pedido será negado.

Se ele for aceito você irá agendar o exame estadual e, se você for aprovado, nele você poderá agendar a prova. Esta prova também contém 100 questões e a nota de corte é de 75. Se você não passar e quiser fazer novamente, terá que agendar e pagar novamente para participar do processo.

A partir do momento em que você passou no curso e na prova, sua licença chegará pelo correio, mas isso não é tudo que você necessita ainda.

Você só poderá exercer a profissão se o “Broker” registrar sua licença ao DBPR. Desse modo sua licença que estava inativa passará a estar ativa e assim você poderá começar sua carreira de corretor de imóveis nos Estados Unidos.

Quanto Ganha um Corretor de Imóveis nos EUA

É claramente um negócio popular – seja você um comprador ou vendedor de imóveis, provavelmente trabalhará com um agente imobiliário para sua transação.

De acordo com a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis, o Perfil de Compradores e Vendedores Residenciais, 88% dos compradores de residências trabalhavam com um profissional imobiliário.

Ao contrário de outros profissionais que cobram seus clientes a taxas horárias, os profissionais do setor imobiliário são pagos no final de uma transação de vendas.

Se um agente imobiliário trabalha com um comprador ou vendedor por semanas ou meses sem uma transação resultante, eles não são pagos pelo seu tempo.

A comissão do agente imobiliário é obtida com base no preço de venda do imóvel. Eles receberão essa comissão somente depois que a transação for liquidada.

As comissões são negociáveis entre os corretores e seus clientes. Algumas corretoras oferecem descontos de comissão para os vendedores, mas uma comissão típica é de 6% do preço de venda.

Então, quanto ganha um corretor de imóveis nos EUA? Depende do preço de fechamento do imóvel. Se ele for vendido por US $ 500.000, uma comissão de 6% seria de US $ 30.000.

Em muitos casos, a comissão é dividida igualmente entre o corretor do comprador e o do vendedor, mas às vezes a divisão é negociada de forma desigual.

Por exemplo, um vendedor pode concordar em pagar uma comissão de 5,5% dividida para que o agente do vendedor receba 3% e o agente do comprador receba 2,5%.

Enquanto alguns corretores de imóveis também são corretores  – cargos que exigem treinamento e licenciamento extras – os pagamentos de comissão vão para o corretor que gerencia a corretora de imóveis onde o corretor trabalha.

A comissão é então dividida entre o corretor e o agente de acordo com o contrato. A divisão de comissão varia de um agente para outro, com novos corretores às vezes ganhando uma porcentagem menor da comissão do que corretores experientes ou bem sucedidos que vendem mais casas ou propriedades mais caras.

Rodrigo

Add comment

Somos uma Agência especializada em Marketing Digital focada em Atração e Conversão. Clique no Serviço abaixo para mais informações.

Otimização de Sites é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados do Google.